Obesidade e Diabetes: Qual é a verdadeira relação entre estas condições?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Conheça mais sobre a relação que existe entre a obesidade e a diabetes e como evitar contrair esta doença.

diabetes e obesidade

O crescimento exponencial da diabetes no Mundo foi visto acompanhado do incremento do número de pessoas que sofrem de algum tipo de obesidade e/ou sobrepeso. No entanto, qual é a relação entre ambas condições?

Mas são muitas e algumas desconhecidas até o momento, as causas que provocam o aparecimento de diabetes e que a data foi verificado que guardam uma relação direta são as seguintes:

O excesso de peso e a obesidade

A acumulação excessiva de gordura que se apresenta em pessoas com excesso de peso ou obesidade prejudica a utilização da glicose e altera a produção de insulina.

Falta de atividade física

A falta de atividade física contribui para o aumento de peso, o que dificulta a utilização da glicose no corpo humano. A maior parte da glicose é utilizada por nossos músculos, pelo que a falta de atividade física ou exercício impede que se utilize grande parte da glicose, mantendo os níveis de glicose elevados.

Idade

O risco de diabetes aumenta com a idade, devido a que com o decorrer dos anos, reduz a capacidade de nosso organismo para produzir insulina e utilizar adequadamente a glicose proveniente dos alimentos.

Herança Genética

As pessoas com parentes de primeiro grau (pais ou irmãos) diabéticos têm maior risco de sofrer de diabetes, devido a que o seu organismo pode herdar a dificuldade para controlar a glicose. A capacidade de lidar com a glicose é diferente de pessoa para pessoa. A população de nosso país apresenta maior risco de desenvolver diabetes do que em outros países.

A obesidade e a diabetes podem ser evitadas

Para o caso específico da obesidade, a experiência clínica e epidemiológica mostrou uma indiscutível associação entre obesidade e diabetes mellitus e intolerância à glicose. Graus moderados de obesidade pode aumentar o risco de diabetes em até 10 vezes e o risco cresce quanto maior for a intensidade da obesidade. Também está relacionada ao tipo de obesidade quanto à distribuição de gordura corporal, sendo maior na obesidade do tipo abdominal.

A obesidade é o fator mais relevante e possível de prevenir e modificar. Por sua vez, a redução de peso de um paciente que apresenta diabetes e obesidade ao mesmo tempo, melhora notavelmente sua condição metabólica, facilitando o controle da glicemia e da dislipidemia ao reduzir a resistência insulínica, e consequentemente diminuir o risco infecções derivadas da diabetes mal controlada.

Com base no exposto, é de suma importância o tratamento nutricional e na medida do possível, a prevenção da obesidade, para prevenir o desenvolvimento de diabetes. Por isso, recomenda-se controlar periodicamente o peso corporal para saber se tem o peso adequado, de acordo com a nossa idade, altura, sexo, etc.

Finalmente, o tema da diabetes é um assunto onde tem grande importância na alimentação, uma alimentação saudável é a chave para evitar o excesso de peso, pelo que há que consumir alimentos de todos os grupos: frutas, vegetais, produtos lácteos com baixo teor de gordura, carnes magras, cereais e pães integrais, evitando os alimentos ricos em açúcares e leguminosas. Assim como exercitar-se regularmente para manter-se no peso. Recomenda-se exercitar-se meia hora diária como base para a prevenção, controle e tratamento da diabetes.

Um nutricionista é o profissional que pode ser de grande ajuda para melhorar a qualidade de vida de uma pessoa diabética.